Palestrantes

Dr Alexandre Wadoux

Alexandre Wadoux é Pesquisador Associado em ciência do solo na University of Sydney, Austrália. Ele é graduado pela University of Angers na França, mestre em ciência do solo pela University of Tubingen na Alemanha, mestre em epistemologia das ciências pela University of Nantes na França e PhD em geoestatística aplicada pela Wageningen University no Holanda. A pesquisa do Dr. Wadoux tem sido na compreensão de como o solo se desenvolve e varia no espaço e no tempo. Ele criou e desenvolveu novos métodos para amostragem de solo e mapeamento quantitativo de solo, particularmente usando técnicas baseadas em krigagem. Ele também desenvolveu técnicas para quantificação de incerteza de mapas digitais de solo gerados por algoritmos de aprendizado profundo. Mais recentemente, seus interesses mudaram para um melhor entendimento sobre o uso de algoritmos de aprendizagem estatística na ciência do solo: como interpretar modelos de aprendizagem de máquina e como extrair conhecimento pedológico deles. Ele também faz parte da Australian Terrestrial Ecosystem Research Network em colaboração com o CSIRO para mapear a biodiversidade do solo e a dinâmica do carbono do solo em alta resolução espacial na Austrália.
Email: alexandre.wadoux@sydney.edu.au

Prof. Dr. Alessandro Samuel-Rosa

Eu sou professor e pesquisador da Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Câmpus Santa Helena (UTFPR-SH), desde março de 2018. Após meus primeiros estudos na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) sobre as complexas interações entre o uso da terra e a qualidade do solo, em 2012, mudei para o campo da pedologia quantitativa, mais conhecida como pedometria. Desde então, a colaboração com pesquisadores do Centro Nacional de Pesquisas sobre Solos (Embrapa Solos), do International Soil Reference and Information Centre (ISRIC), da Wageningen University and Research (WUR), e da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), permitiu me familiarizar com múltiplos métodos e técnicas pedométricas. Hoje meu principal interesse acadêmico-científico é a pedometria, com foco no estudo de estratégias de amostragem espacial, na seleção e calibração de modelos (geo)estatísticos, na análise de propagação de erros, e no gerenciamento de dados abertos. Recentemente eu publiquei alguns artigos relevantes sobre esses tópicos em revistas nacionais e internacionais. Também sou o autor de três pacotes para o R – pedometrics, spsann, e febr – e mantenedor do Repositório Brasileiro Livre para Dados Abertos do Solo (febr).

Professor Dr. Budiman Minasny

Discurso sobre “Estrutura de modelagem para mapeamento de classe nacional” e provavelmente um atalho sobre “Espectroscopia com R”. Professor de Modelagem Solo-Paisagem (Escola de Ciências da Vida e Ambientais).

Detalhes biográficos
Budiman Minasny é professor de modelagem de solo-paisagem na University of Sydney. Ele foi premiado com várias bolsas de estudo de prestígio, incluindo o QEII e o Future Fellowships do Australian Research Council. Ele é graduado pela Universitas Sumatera Utara na Indonésia e possui mestrado e doutorado em ciências do solo pela University of Sydney. Ele é apaixonado pelo papel do solo na gestão das mudanças climáticas, alimentos, água, segurança energética e manutenção da biodiversidade. Ele tem mais de 150 publicações em jornais internacionais, ganhou vários prêmios e é reconhecido como o líder em mapeamento e modelagem digital de solos. Ele também é membro do Sydney South East Asia Centre e do China Studies Centre.
Email: budiman.minasny@sydney.edu.au

Prof. Dr. Elpidio Inacio Fernandes Filho

Possui graduação em agronomia pela Universidade Federal de Viçosa(1986), mestrado em Agronomia (Solos e Nutrição de Plantas) pela Universidade Federal de Viçosa(1989) e doutorado em Agronomia (Solos e Nutrição de Plantas) pela Universidade Federal de Viçosa(1996). Atualmente é Professor da Universidade Federal de Viçosa. Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Pedometria. Atuando principalmente nos seguintes temas:Sistemas especialistas, Aptidao agricola, Sistemas de informacoes geograficas, desenvolvimento de software.

Prof. Dr. José Alexandre M. Demattê

Pedólogo, Professor Titular em de Sensoriamento Remoto Aplicado a Solos da Universidade de São Paulo, ESALQ-USP, Departamento de Ciência do Solo. Referenciado como um dos 100.000 mais citados pesquisadores do mundo. Coordena o Laboratório de Espectroscopia-Nível Premium-Organização das Nações Unidas, o Grupo de Geotencologias em Ciência do solo, Curso Nacional e Internacional (ProBASE), a Biblioteca Espectral de Solos do Brasil e participa do World Soils (Agência Espacial Européia), Pronasolos e MapBiomas.

Dr. PhD Laura Poggio - ISRIC

Laura tem formação em silvicultura e ciências ambientais e é PhD em Ciência do Solo. Seu principal interesse de pesquisa é em Mapeamento Digital de Solo e como integrar dados de solo em uma modelagem ambiental / terrestre mais ampla. O tópico principal é o desenvolvimento de modelos espaciais, (geo) estatísticos e de aprendizado de máquina para integrar observações do solo com dados de sensoriamento remoto em diferentes escalas espaciais para avaliar o papel dos recursos do solo em serviços ecossistêmicos mais amplos, para apoiar o desenvolvimento sustentável e objetivos de conservação.

Prof. Dr. Marcos Bacis Ceddia

Possui graduação em Agronomia Ciência do Solo pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (1992), mestrado em Agronomia (Ciências do Solo) pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (1996) e doutorado em Agronomia (Ciências do Solo) pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (2000). Atualmente é professor titular da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro e pesquisador do CNPq (Produtividade -PQ2). Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Mapeamento Digital de solos, atuando principalmente nos seguintes temas: física do solo, geoestatística, agroecologia, mapeamento digital e geoprocessamento. É docente permanente do Programa de Pós-Graduação em Agronomia Ciência do Solo (PPGA-CS/UFRRJ) e do Programa de Pós-Graduação em Modelagem Matemática Computacional (PPGMMC/UFRRJ). Atualmente é coordenados dos seguintes projetos: 1- Mapeamento Digital de Solos de Áreas de produção de Óleo e gas: Estudo de caso dos Campos da Amazônia Central e Nordeste do Brasil.; 2- MultSoils: Uma Plataforma e-Science para Governança de Solos e Segurança do Solo; 3-Análise espaço temporal da umidade do solo em um sistema de orgânico de produção, usando redes de sensores sem fio; 4- Museu de Solos do Brasil/UFRRJ

Dra. Maria de Lourdes M Santos Brefin

Possui graduação em Agronomia pela Universidade Estadual do Maranhão (1986), Mestrado em Agronomia (Ciências do Solo) pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (1990), Mestrado em Ciências Ambientais (Troisième Cycle) pela “École Polytechnique Fédérale de Lausanne”, Suiça (1995) e Doutorado em Ciências, Pedologia e Geomática (Doctorat ès Sciences en Pédologie et Géomatique) pela “École Polytechnique Fédérale de Lausanne”, Suiça (1999). Possui Pós-Doutorado pela The Sydney University, Austrália em Mapeamento Digital de Solos. É pesquisadora A da Embrapa Solos. Exerceu dois mandatos como chefe geral, no período de 2009 a 2011 e de 2011 a 2014. Desenvolve pesquisas na área de Solos em interface com Geomática, especialmente nas áreas de Pedologia Quantitativa e Modelagem Solo-Paisagem através de Mapeamento Digital de Solos (MDS). Participa em cursos de pós-graduação de diversas universidades, como palestrante, em bancas de defesa de teses e na orientação de trabalhos de graduação e pós-graduação. É membro da Sociedade Brasileira de Ciência do Solo e membro de seu Comitê Editorial. Hoje, após seleção, exerce o cargo de Chefe Geral da Embrapa solos.

Dr. Silvio Barge Bhering

Graduado em Engenharia Agronômica pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (1983), área de concentração em Ciência do Solo, possuí pós-graduação em Análise e Projeto de Sistemas pela PUC-RJ, MBA em Gestão Empresarial (UFSC) e MBA em Gestão de Projetos (USP/Esalq). É mestre em Engenharia na área de concentração de Geoprocessamento pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (1995) e Doutor em Geografia na área de Planejamento e Gestão Ambiental pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2007). Atua como coordenador de Projetos de Pesquisa nos temas de Planejamento de Uso e Ocupação das Terras, Modelagem Ambiental e Mapeamento Digital de Solos. Atualmente exerce a Coordenação do Portfólio de Projetos de Pesquisa em Solos do Brasil no Sistema Embrapa.

Professor Dr. Tomislav Hengl

Tom é o cofundador da fundação OpenGeoHub. É o responsável direto pelos cursos da escola de verão, que desde 2007 proporcionam formação de ponta, dirigida principalmente a alunos de pós-graduação e cientistas em início de carreira, na utilização de ferramentas Open Source Software (R / OSGeo) para estatística espacial e análise espacial.

Email: tom.hengl@opengeohub.org

Dr. Philippe Lagacherie

Philippe Lagacherie formou-se como Agrônomo e completou seu PhD em ciência do solo em 1992. Ele obteve seu diploma de cientista sênior na Montpellier 2 University em 2002 por suas pesquisas em métodos de mapeamento digital de solo. Atualmente é pesquisador sênior do INRAE Montpellier (França) e desde 2016 lidera a rede francesa de pesquisa em Mapeamento Digital de Solos. O Dr. Philippe Lagacherie está envolvido em pesquisas que lidam com Mapeamento Digital de Solos desde os anos 80, e tem trabalhado também em sensoriamento remoto e modelagem espacial de paisagens cultivadas. Na área de Mapeamento Digital de Solo, ele organizou em Montpellier o primeiro Workshop Global de Mapeamento Digital de Solo e desenvolveu abordagens espaciais que associam conhecimento de campo, SIG, sensoriamento remoto, geoestatística e lógica fuzzy. Ele está envolvido na iniciativa GlobalSoilMap desde 2007. Ele é autor de mais de 110 artigos e capítulos em revistas e livros internacionais.

Dr. Phillip R. Owens

Dr. Phillip R. Owens é o líder de pesquisa do USDA, Agricultural Research Service (USDA-ARS) Dale Bumpers Small Farms Research Center em Booneville, AR. Depois de receber seu B.S. e M.S. na University of Arkansas, ele completou um Ph.D. em ciência do solo pela Texas A & M University em 2001. Ele trabalhou no escritório da senadora dos Estados Unidos Blanche Lincoln como Congressional Science Fellow e depois como Research Soil Scientist com USDA-ARS na Mississippi State University. O Dr. Owens foi Professor Associado de Pedologia / Geomorfologia do Solo no Departamento de Agronomia da Purdue University e passou 1 ano sabático no CIAT em Cali, Colômbia. Enquanto estava no corpo docente, ele desenvolveu 2 patentes usando dados de elevação de sensoriamento remoto e aprendizado de máquina, que são utilizadas por 2 empresas agrícolas com foco no gerenciamento de precisão do solo. Os atuais interesses de pesquisa do Dr. Owens incluem processos de solo e paisagem relacionados à saúde do solo e sustentabilidade agrícola. Ele continua a desenvolver ferramentas que incorporam tecnologia de sensoriamento proximal e remoto para aplicações para pequenos agricultores.

O Dr. Owens concentra-se em pequenas fazendas em todo o mundo e particularmente na América Central, onde liderou o programa de mapeamento digital do projeto Water Smart Agriculture em El Salvador, Honduras, Nicarágua e Guatemala. Ele é o ex-presidente da Divisão de Pedologia da Soil Science Society of America, ex-Editor Associado do Soil Science Society of America Journal, Co-Presidente do Comitê de Pesquisa de Novas Tecnologias em Solo, Facilitador do Comitê do Sistema de Classificação Universal de Solo IUSS e ex-membro do National Soil Survey Advisory Board.

Dra. Wartini Ng

Uma cientista em início de carreira reconhecida por sólidas habilidades de comunicação verbal e escrita. Uma pessoa entusiasta e de aprendizado rápido, com grande interesse na exploração de dados. Estou ansioso para cavar em dados complexos e produzir recomendações baseadas em dados. Hábil em programação, aprendizado de máquina, aprendizado profundo, estatística e solução de problemas.
PhD em Faculdade de Ciências da Universidade de Sydney. Dezembro de 2019.
Dissertação: Análise de dados contemporâneos para espectroscopia de solo.
Assistente de pesquisa de setembro de 2019 até a atual.
Desenvolveu funções de calibração para espectrômetro de infravermelho próximo para o Centro Indonésio para Pesquisa de Recursos Agrícolas da Terra (ICALRD); colaborou com pesquisadores do USDA-NRCS no desenvolvimento de biblioteca de calibração de transferência espectral; identificou a decomposição e estabilização de lixo usando marcas de chá australianas.
Desenvolveu novos modelos preditivos para dados de espectroscopia e analisou o desempenho do aprendizado de máquina em relação ao aprendizado profundo (rede neural convolucional) treinado usando ~ 20 mil amostras de amostras de solo nacional junto com seus dados espectrais.

wartini.ng@sydney.edu.au